logo

VOCÊ ESTÁ EM HOME >

BLOG

Data de publicação: 12/11/2019

Livro Caixa: Você tem controle do que entra e sai de dinheiro da sua empresa?

Para controlar o registro de  todos os recebimentos e pagamentos da sua empresa existe o chamado livro caixa, ferramenta contábil que auxilia você no controle financeiro do seu negócio. O Livro Caixa registra as entradas e saídas financeiras, em ordem cronológica da sua empresa.

Para que ele serve

Um dos principais benefícios do livro caixa é fornecer elementos para apuração do Imposto de Renda. A ideia geral sobre a incidência do Imposto de Renda, é que ele recaia sobre a “renda”, e não pura e simplesmente sobre a “receita”. Dessa forma, são admitidas determinadas deduções para apuração da sua base de cálculo, como é o caso das despesas escrituradas em Livro Caixa.

Além disso,  essa ferramenta demonstra a realidade financeira do seu negócio, registrando as principais fontes de renda e de despesa, permitindo assim a adoção de medidas conscientes, pois caso o resultado no final do mês der negativo, por exemplo, é possível saber exatamente para onde está indo cada centavo, facilitando o equacionamento de despesas e receitas da sua empresa. 

Para quem ele se destina

O livro caixa se destina tanto para as empresas de pessoas físicas como a pessoas jurídicas. Para empresas que possuem registro como Lucro Presumido, o livro caixa é facultativo, porém, as empresas que se enquadram no regime tributário Simples Nacional são obrigadas por lei (verificar qual é a lei) a declararem os valores do fluxo de caixa.

Quais informações são registradas

As anotações do livro caixa devem ser metódicas e bem detalhadas, não se deve anotar movimentações financeiras futuras (notas que ainda não compensaram e cheques pré-datados). 

Todas as Notas Fiscais e comprovantes de pagamentos devem ser guardados pois são eles que ajudarão a preencher o Livro Caixa corretamente (exemplos: gastos de energia elétrica, aluguel, água, material de expediente (escritório, limpeza), etc.)

As seguintes informações precisam estar presentes no livro caixa:

Data: para deixar os dados mais organizado, é muito importante a identificação das datas, de forma cronológica. Deve-se fazer o registro diário para que você consiga verificar a movimentação pelo dia;

Histórico: corresponde a finalidade  da transação, ou seja, o porquê ela foi realizada;

Entradas: correspondente aos recebimentos que a empresa teve em determinado período, seja em dinheiro ou em débito na conta;

Saídas: identificam os valores pagos pela empresa em determinado período, seja em dinheiro ou em crédito na conta;

Saldo final: indica a diferença entre as entradas e saídas. É quanto a empresa tem em caixa em um período específico.

Cada operação deve ser anotada em uma linha. Ou seja, mesmo que você faça uma transação de entrada e outra de saída com um único fornecedor, cada uma delas deve ser anotada em uma linha diferente.

Como as informações são registradas

O registro das entradas e saídas do livro caixa atualmente é feito por meio eletrônico, através de uma planilha ou um sistema pronto, a ser preenchido mensalmente. Uma vez que o controle financeiro manual dificulta a atualização precisa do fluxo de caixa da sua empresa.  Para facilitar o controle financeiro da sua empresa, existem programas prontos para executar o seu livro, como o software Databusiness da Appelsoft que possui dentro do seu sistema o módulo AppelFinance, com a ferramenta livro caixa pronta para você apenas inserir as entradas e saídas dos gastos e ganhos da sua empresa de forma simples e prática.

Use a tecnologia a favor do seu negócio, fale com a Appelsoft para saber mais sobre o Databusiness e outras soluções que temos para sua empresa.