logo

VOCÊ ESTÁ EM HOME >

BLOG

Data de publicação: 17/06/2020

FLUXO DE CAIXA, entenda como ele funciona!

Ter o controle do que entra e sai na sua empresa parece ser uma tarefa fácil, não é? porém, nem sempre é! Para lhe ajudar nesse controle existe uma ferramenta essencial para a gestão financeira do seu negócio, o chamado FLUXO DE CAIXA.

Instrumento de controle responsável em auxiliar você empresário a identificar as sobras ou faltas de dinheiro na empresa, como o seu desempenho e a tomar decisões futuras. O Fluxo de caixa informa todas as movimentações financeiras periodicamente, podendo estas serem diárias, semanais, mensais ou até anuais.

É composto dos dados obtidos dos controles de contas a pagar, contas a receber, de vendas, de despesas, de saldos de aplicações, e de todos os demais elementos que representem as movimentações financeiras da empresa.

Por mais que a empresa tenha uma pessoa ou empresa responsável pela gestão financeira é muito importante que você empresário saiba como o fluxo de caixa funciona, até para informar os dados corretos para a pessoa que irá alimentá-lo. Pensando nisso a Appelsoft Softwares corporativos separou algumas dicas para você entender como ele funciona.

1. COMO SE ABASTECE O FLUXO DE CAIXA

De forma geral, o fluxo de caixa é feito através de uma planilha onde são inseridos os itens que representam as entradas, saídas e saldos da empresa. Sendo muito importante que você empresário primeiramente separe quais são as receitas, as despesas e os custos do seu negócio.

Nesse momento é importante entender que quando se fala em todos os valores queremos dizer todos mesmo, desde aquele um real gasto para pagar um cafezinho para um cliente até o valor dispendido em taxas bancárias. Tudo deve estar registrado nas entradas e saídas dessa tabela. Sendo o mais trabalhoso nessa fase o cadastro dos dados, por exigir muita atenção e organização.

2. A FALTA DE RECURSOS NO CAIXA

Se ao alimentar o fluxo de caixa, seu saldo atual der negativo, isto quer dizer que houve alguma problema na gestão financeira da empresa, como por exemplo, a falta de recursos.

A falta de recursos implica na revisão das estratégias da empresa, devendo, portanto, ser observado os seguintes aspectos: renegociar com fornecedores algum pagamento; revisar o sistema de cobrança; fazer uma promoção de mercadorias; trabalhar com estoques mínimos; reduzir os prazos nas vendas a prazo; programar melhor as compras; vender bens e equipamentos ociosos, entre outros.

Quando o fluxo de caixa se torna negativo por longo período consecutivo, indica que seu capital de giro pode estar comprometido. Por isso, nesse caso uma boa dica seja promover mais vendas à vista.

3. O QUE FAZER COM AS SOBRAS

Caso surja alguma sobra de recursos a empresa poderá aplicá-lo de forma planejada nos seguintes nichos: estoques; mercado financeiro; antecipar o pagamento de obrigações mediante desconto financeiro; investimentos, etc.

É importante ressaltar que a sobra de caixa pode ser momentânea, ocorrendo por alguns dias e logo em seguida essa sobra ser utilizado para quitar alguma possível dívida. Assim, é importante sempre avaliar a situação da empresa no curto, médio e longo prazo, antes de utilizar essas sobras, para que ela não seja descapitalizada e passe a depender de recursos de terceiros, como empréstimos.

4. DADOS SEMPRE ATUALIZADOS

Para planejar e controlar as entradas e saídas do seu fluxo de caixa é fundamental manter as mesmas sempre atualizadas e organizadas em um só lugar. E para esta tarefa você pode contar com a ajuda de um software de gestão financeira, o qual já possui as planilhas de fluxo de caixa prontas para você apenas inserir os dados. Essa ferramenta além de automatizar os cálculos e abastecimentos das entradas e saídas, permitem um melhor controle de todos os processos e garante que as informações da sua empresa estejam seguras e salvas.

Além disto, as finanças ficam todas integradas, como por exemplo a conciliação bancária, no qual é possível importar o extrato bancário e conciliar com as programações lançadas no seu fluxo de caixa. O uso de um software de gestão financeira torna essa tarefa muito mais simples.

Por tudo aquilo que já mencionamos acima, você já deve ter percebido que o Fluxo de Caixa é parte essencial da vida de qualquer empresa, seja ela pequena, média ou grande, então, esse controle se torna ainda mais essencial. Pois as informações apresentadas no fluxo de caixa revelam a diferença entre previsto e realizado, e com essas informações você empresário possui melhores condições para administrar a empresa, como também para avaliar em qual momento será mais apropriado investir em novos projetos ou necessário captar mais recursos financeiros.

#appelsoftoficial #AppelsoftJuntoComVocê