logo

VOCÊ ESTÁ EM HOME >

BLOG

Data de publicação: 13/09/2021

Como Fazer um Checklist de Manutenção Preventiva de Caminhões?

A manutenção preventiva ajuda a evitar muitos danos para a Frota, por isso, exibiremos como montar um check list de manutenção preventiva para auxiliar os gestores de Frota. Se você deseja fazer um checklist eficiente, então não deixe de acompanhar nosso artigo para obter mais informações.

 

 

10 itens do check list de manutenção preventiva infalíveis!

Se você não sabe como preparar um check list de manutenção preventiva, veja quais são os itens que não poderão faltar em sua lista:

 

1º Pneus

Este é sem dúvidas, um dos mais importantes itens em uma frota, pneus que estão instáveis, carecas e desalinhados, poderão ser terrivelmente fatais, as condições da borracha deverão ser sempre verificadas antes de dar a partida.

 

Certifique-se de que não existem nenhum tipo de rasgo ou furo, quando o pneu estiver murcho, encaminhe-o para uma calibragem, siga as recomendações de cada fabricante e faça ajustes semanalmente.

 

2º Freios

Os freios são partes essenciais para garantir uma boa segurança no trânsito, o desempenho das lonas e a drenagem de água deverão ser verificadas, a frequência de manutenção preventiva deve levar em consideração os seguintes itens:

 

  • trepidação no volante;
  • pedal de freio muito baixo;
  • barulho ao frear, parecido com o ranger de ferro arrastando.

 

Os fluídos do freio também são outros fatores que devem ser analisados, assim, na hora de pegar estrada os perigos de acidente são menores.

 

3º Suspensão

Todo o sistema deverá ser checado com o objetivo de encontrar o que está prejudicando o funcionamento da suspensão, não deixe de conferir a lubrificação dos pinos, observe se existem barulhos estranhos, como ruídos, por exemplo.

 

4º Escapamento

O sistema de exaustão é importante porque possui a missão de filtrar os gases do motor, isso ajuda a diminuir o ruído. Caso esteja com algum tipo de problema, este sistema afeta drasticamente o consumo de combustível.

 

Em último caso, se não for realizada nenhuma manutenção será necessário trocar o sistema integralmente. A liberação da água, com o passar do tempo, poderá provocar o desgaste natural, por padrão a sua vida útil chegará a 10 anos.

 

5º Sistema elétrico e bateria

Nesta parte, é possível encontrar problemas como oxidação de terminais, cabos e bateria, este é o sistema responsável por dar a partida, além disso, é capaz de garantir o funcionamento de luzes, limpadores e demais periféricos.

 

Sempre observe as luzes do painel e também do computador de bordo, estes poderão ser fortes alertas de algum problema elétrico no carro, para evitar maiores problemas procure respeitar os prazos de manutenção regular previsto pelas montadoras.

 

6º Fluídos

Verifique a data da quilometragem, se estiver vencida é provável que haja fluidos, faça um registro por escrito para manter um rigoroso controle para não ser pego de surpresa.

 

7º Óleo de motor

O óleo é peça-chave para detectar se existe algum detrito metálico, esteja atento com a cor do óleo e se necessário faça a troca, não esqueça de colar um adesivo no para-brisa para informar a quilometragem que o procedimento foi concluído.

 

8º Filtros

Aqui, podemos incluir: filtros de combustível, de óleo e de ar do motor, para aumentar a durabilidade do produto, é recomendado sempre utilizar produtos originais, antes de pegar estrada procure observar o estado de conservação.

 

Este procedimento é fundamental para manter o desempenho dos veículos e ainda, proporciona boa redução de custos com manutenção e troca de peças.

 

9º Ofereça treinamentos

Sempre que houver necessidade, promova encontros de treinamento, sobre segurança, manutenção e ensine a utilizar o software de gestão para controlar o desempenho de sua equipe, profissionais bem treinados são primordiais para ajudar na redução de custos operacionais.

 

Faça treinamentos curtos de reciclagem em pequenos ciclos, cerca de uma semana, 15 dias, no máximo, para a atualização de sua frota, não deixe de incluir este procedimento em um check list de manutenção completo.

 

10º Tenha um bom sistema de gestão

Com a ajuda de um sistema de gestão, os gestores de sua frota poderão acompanhar todos os itens mencionados acima, além disso, também temos diversos relatórios com informações que ajudarão no processo de tomada de decisão.

 

Nossa equipe é 100% brasileira, além da gestão de Frotas também temos outros CRMs destinados a facilitar o dia a dia dos gestores de empresas. Um dos principais módulos que temos no sistema, é o de controle de combustível para ajudar a sua empresa a economizar ainda mais.

 

 

Conheça nosso sistema hoje mesmo!

 

Portanto, o check list de manutenção preventiva é um documento que deverá ser utilizado regularmente, através do nosso sistema sua empresa consegue realizar um check list completo de todos os itens que são necessários para o funcionamento de sua frota.