logo

VOCÊ ESTÁ EM HOME >

BLOG

Data de publicação: 29/08/2018

Metade dos empresários do varejo prevê melhora econômica no segundo semestre

O clima entre os empresários do varejo e de serviços é de otimismo em relação ao segundo semestre, mesmo o setor tendo alcançado resultados difíceis nos primeiros seis meses do ano. Um estudo realizado pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção de Crédito) em todas as capitais revela que 44% apostam em um cenário econômico melhor do país no segundo semestre em relação ao primeiro. O Número cai para 27% da região Centro Oeste, enquanto 38% acreditam que será igual e apenas 14% estima um quadro pior.

O empresariado também tem uma expectativa favorável quanto ao desempenho do próprio negócio, pois 55% dos entrevistados acham que terão mais sucesso nos últimos meses do ano. Já um terço (33%) estima que o segundo semestre se manterá no mesmo patamar que o primeiro.

O clima de confiança é positivo, principalmente se for levada em consideração a situação crítica enfrentada por muitas empresas nos seis primeiros meses do ano. O mesmo estudo também mostra que 49% dos empresários tiveram que fazer cortes no orçamento, como a demissão de funcionários, por exemplo. Além disso, 28% tiveram que reduzir a quantidade de produtos ou serviços.

Aumento das vendas

Dentre os que esperam uma melhor situação para as empresas no segundo semestre, 46% dizem estar otimistas quanto a uma melhora do cenário, apesar de não apontarem uma razão concreta. Já 33% esperam ampliar a carteira de clientes.

Nesse sentimento de confiança, mais da metade dos empresários brasileiros (51%) espera ter uma receita superior ao primeiro semestre. A reta final do ano é quando estão concentradas algumas das principais datas comemorativas no varejo, como o Dia dos Pais, a Black Friday e o Natal.

Você  gostaria de saber como manter uma receita crescente na sua empresa? Fale conosco sobre como os softwares de gestão podem ajudar nesse processo.